A longa derrota do lobo…

Após o esplendor do lobo no universo mitológico da Gallaecia Germanica, tempo dos ouveios suevos, o canis lupus entrou em franca decadência simbólica, tornando-se o emblema por excelência do anti-cristao, assunto estudado com muito detalhe por Xosé Ramón Mariño Ferro, quem também abordou com rigor o fenómeno da licantropia no seu contexto cultural a propósito … Continue lendo A longa derrota do lobo…

Anúncios

As armas das débeis

Além da aldeia das Raposeiras em Ardemil, há muitos outros zootopónimos referidos à vulpes vulpes por toda a geografia ordense, dando lugar a microtopónimos como: um outro as Raposeiras, no linde entre Pereira e Marçoa, ao Sul do Coto do Lobo; as Raposas em Parada; Fonte Raposeira em Campo; os Montes da Zorra em Messia, … Continue lendo As armas das débeis

O Imperador da nêvoa

O meninho Afonso Raimundes, nado apenas sete anos em Caldas de Reis, foi coroado rei da Galiza no 17 de setembro de 1111 numha cerimónia na catedral de Santiago que pretendia cenificar a coaligaçom entre os dous poderes tradicionais do país: o eclessiástico, representado polo bispo Diego Gelmírez; e o nobiliário, encarnado em Pedro Froilaz, … Continue lendo O Imperador da nêvoa

Bestiário toponímico

A enorme presença de zootopónimos nas terras galegas, forjados os mais deles durante o que Jacques Le Goff chamava a longue Moyen Âge, e a importância entre eles dum bom número de casos referidos a animais cuja importánica nom remata de entender-se polas suas propriedades meramente económicas (como fonte de alimento ou perigoso depredador), obriga … Continue lendo Bestiário toponímico

As aldeias das leitoras (IX) : Reboredo

José Antonio Couselo García, vizinho de Reboredo (Santaia de Gorgulhos), pedia que falássemos deste topónimo que também nomeia outros lugares nas freguesias de Galegos, Ordes, Vitre e Xanceda. O seu, o de Gorgulhos, é destacável polo folklore associado à mámoa de Reboredo, cuja origem foi atribuída aos árabes e mesmo aos índios!1 Em todos estes … Continue lendo As aldeias das leitoras (IX) : Reboredo