A flor do codesso

para Pedro de Codesseda Ainda que de pequenos conheciamos perfeitamente a planta do codesso (andavamos a apanhá-la porque Couselo da Portela dizia que era boa para prevenir a peste dos coelhos) sempre faziamos a brincadeira de dizer-lhe “de cu-de-seda” aos amigos de Codesseda, aldeia da freguesia de Leira. Etimologias paródicas à parte, o nome deste … Continue lendo A flor do codesso

Anúncios

As aldeias das leitoras (IX) : Reboredo

José Antonio Couselo García, vizinho de Reboredo (Santaia de Gorgulhos), pedia que falássemos deste topónimo que também nomeia outros lugares nas freguesias de Galegos, Ordes, Vitre e Xanceda. O seu, o de Gorgulhos, é destacável polo folklore associado à mámoa de Reboredo, cuja origem foi atribuída aos árabes e mesmo aos índios!1 Em todos estes … Continue lendo As aldeias das leitoras (IX) : Reboredo

Contramaquieiros

para Xoán Carlos, Helena e Patricia O Nomenclátor só cita na comarca de Ordes o topónimo a Maquia que dá nome a umha aldeia de Vila Maior, mas também há outros lugares ou casas que se chamam assim nas freguesias de Buscás, Leira ou Mercurim. As maquias eram os estabelecimentos aos que se levava o … Continue lendo Contramaquieiros

Apelidos LINHARES e LINHEIRA(s): Os tecidos da comunidade

As abundantes terras para o cultivo do linho (Linum usitatissimum) deixárom umha grande impronta toponímica na comarca de Ordes e, por conseguinte, nos seus apelidos, sendo Linhares o oitavo mais frequente do concelho de Cerzeda. Devem ser essas Linhares descendentes das vizinhas da aldeia de Gesteda chamada igual, e que tem a sua irmá toponímica … Continue lendo Apelidos LINHARES e LINHEIRA(s): Os tecidos da comunidade

As aldeias das leitoras (V): Cernadas

Conta María Martínez Candal que o seu pai é de Cernadas, em Buscás, topónimo este que muitos explicam pola teoria divulgada por Moralejo Lasso segundo a qual proviria do latim *cinerata, ‘terra queimada’, em referência às roças do monte para debroçar a terra e fertilizá-lo com as próprias cinsas antes de sementar nela. A minha … Continue lendo As aldeias das leitoras (V): Cernadas

Toponímia gatuna

Há na freguesia de Traço um lugar chamado Rego de Gatos, que deveu recolher o nome de um verdadeiro rego homónimo. Aliás, entre a toponímia menor ordense acham-se uns terrenos chamados as Gatinheiras, em Tordóia, e a Gatinheira, um em Buscás e outro na Vilouchada, este último à beira do Rego das Pesqueiras, significativamente. E … Continue lendo Toponímia gatuna

O silêncio dos primeiros reis

Na paróquia de Buscás (Ordes) encontra-se o lugar de Esmoris, regado na sua parte baixa polo rego de Loureda –já tem ido meu irmao bem vezes aí às truitas-, que conta com um moinho do mesmo nome: moinho de Esmoris. O topónimo agocha um segredo surpreendente. Este, como tantíssimos outros, explica-se pola existência de umha … Continue lendo O silêncio dos primeiros reis