Infernos e inferninhos

Na comarca de Ordes existem, quando menos, dous lugares de satánicos nomes: o Penedo do Inferninho[1], em Gorgulhos, e o Rego dos Inferninhos[2], que baixa de Olas cara à Berxa. Além disso, Cabeza Quiles sinala que num “emprazamento claramente inferior ou baixo atópase unha aldea chamada O Inferniño situada na parroquia de Cabaleiros”[3], que nom … Continue lendo Infernos e inferninhos

Anúncios

De caçadores caçados e ursos regicidas

Aldeia de Bermui, em Bascói, Messia

Apenas há rasto toponímico do urso na Terra de Ordes, nom sendo, quiçá, umha Pena da Usa –elevaçom de 482 m. entre a freguesia de Vila de Abade e o concelho do Val do Dubra[1]- e, de maneira indireta, no lugar de Bermui, em Bascói. E é que este último topónimo deve proceder dumha (villa) … Continue lendo De caçadores caçados e ursos regicidas

Genealogia do Vilar

Mapa com varios Vilar em Frades

O erudito eumês Millán González-Prado estudou com detalhe a evoluçom semántica da palabra galega “vilar”, generadora de muitos topónimos no Reino medieval da Galiza[1]. Na comarca de Ordes achamos lugares chamados Vilar –sem artigo-, nas freguesias de Cerzeda, Mercurim, Messia, Castenda da Torre e Campo, e O Vilar –com o artigo- nas de Ordes, Vila … Continue lendo Genealogia do Vilar

Tabernas que nom faltem!

Taberna da Casa Louro a mediados dos anos 60 em Ordes. Fotografia incluida no livro "Ordes. Crónica fotográfica do século XX", de Manuel Pazos Gómez e Daniel Pereiro López, editado por Espiral Maior no 2002

“Todo homem passou noites com amigos fascinantes em torno a umha boa mesa, quando as personalidades se abrem como flores tropicais. Cada um era mais do que nunca um próprio, cada um era umha deliciosa caricatura de si próprio. Quem tenha conhecido tais noites entenderá Pickwick; os demais nom se divertirám com ele nem, segundo … Continue lendo Tabernas que nom faltem!

A dignidade do País do Navo

Há em Albijói um lugar chamado Novás e ainda, na microtoponímia, umhas terras de nome o Noval entre as paróquias de Leira e Buscás. Nom está de todo claro o seu significado, pois poderiam-se referir a duas cousas diferentes. A primeira seria que o tal noval venha do latim novale, derivado de novu ‘novo’, no … Continue lendo A dignidade do País do Navo